Quando cheguei na universidade e comecei a ler os livros de química de outros países, fiquei muito surpreso, pois nunca encontrava nosso famoso Diagrama de Linus Pauling. Quando encontrei o livro General Chemistry – Linus Pauling, pensei, agora acho o diagrama: nada! Nem uma linha. Continuei a procura e, no máximo, encontrava em outros livros alguns esquemas semelhantes, porém invertidos: as setas do diagrama eram pra cima e não pra baixo como fomos acostumados. Ao conversar com os professores na universidade eles confirmavam: o diagrama não é do Pauling. E até hoje, os livros de outros países citam o diagrama como um “mnemônico” para não precisar decorar a famosa sequência:
1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d 4p 5s 4d e por aí vai…..
Essa sequência pode ser obtida somando os números quânticos n e l e aplicando uma regrinha, mas o diagrama é muito, muito mais fácil. Consultando livros brasileiros muito antigos, encontramos esse diagrama e o método é descrito como processo das diagonais, mas os livros não citam a fonte.

Depois de muito consultar encontrei o diagrama em livros antigos de química inorgânica, e um deles (Moeller) cita a fonte: Journal Of Chemical Education (JCE), 1947, veja a foto abaixo:
PAO_FAN

Essa é a origem de nosso diagrama, devia se chamar Diagrama de PAO-FANG YI.

Na edição seguinte, o JCE recebe uma carta de L.M.Simmons, criticando o diagrama, e mostrando uma adaptação para um diagrama já publicado em uma revista de física, veja abaixo:
LMSimmons

Como pudemos ver, fora do Brasil, aqueles que conheciam o diagrama mas não lembravam da origem, não inventaram um nome para ele. Já aqui, disseminou-se o uso de Diagrama de Linus Pauling. Não descobri quem começou esse uso, o fato é que isso foi copiado e ainda hoje é usado, até em questões de vestibulares.
Como gosto muito de história, não vou usar o nome Diagrama de Linus Pauling. Porém, chamar de diagrama de PAO-FANG YI não vai ajudar ninguém, não é mesmo? Mais um nome para vocês memorizarem e que não ajuda nada (talvez por isso inventaram essa mentira, que de tanto ser contada…..).
É isso.

PS.: A internet é uma ferramenta mágica. Assistam o vídeo abaixo.
Aula Linus Pauling
Ele mostra o Linus Pauling dando uma aula (uma graça, de terno e gravata, super elegante e incrivelmente claro em suas explicações). Reparem que ele não usava o tal diagrama. Claro, ele sabia a sequência de cor né?

About these ads